Queda De Cabelos


calvicie.jpg

A queda de cabelos é uma queixa bastante frequente nos consultórios dermatológicos. Em muitos casos, a queda de cabelos é progressiva e requer tratamento prolongado. As doenças mais comuns são:

  • Psoríase e dermatite seborréica – caracterizadas por surtos recorrentes de descamação no couro cabeludo.
  • Alopecia cicatricial – doenças inflamatórias como lúpus eritematoso e líquen plano causam destruição dos folículos pilosos e formação de área de cicatriz.
  • Alopecia Androgenética – por influência genética e hormonal, os cabelos nascem novamente cada vez menores e mais finos. Contribuem para a doença: anemia, alterações de tireóide, estresse, radiação solar, fumo, perda de peso, escovas progressivas e alisamentos. Existem medicações capazes de bloquear o processo: as principais são o Minoxidil e a Finasterida.
  • Alopecia Areata – doença autoimune de causa desconhecida. Ocorre um mecanismo exagerado de defesa no organismo e as células atacam os cabelos. Pode melhorar espontaneamente ou ser resistente ou recorrente. Os tratamentos visam reduzir a defesa, como os corticoides e imunossupressores, ou tentam modulá-la através da imunoterapia.

A Tricoscopia é um exame feito com o parelho FotoFinderDermoscope® que permite diagnosticar com mais acurácia as lesões no couro cabeludo e dos cabelos, porque usa lentes que aumentam de 20 a 70 vezes. Além disso, é possível avaliar com maior precisão a atividade da doença e resposta ao tratamento.